Sinnoh Confirmed?

Por Ricardo Paleari.

Olá pessoal! Há quanto tempo! Então, acho que está na hora de voltarmos a especular! Após o lançamento de Pokémon Sun/Moon nada de muito relevante tem acontecido no mundo Pokémon. Nem sequer um spinoff novo foi anunciado nesse ano (até o presente momento), o que de certa maneira faz sentido pois temos vários spinoffs antigos (e ativos) no momento: Pokémon Shuffle, Go e Duel, que tem grandes públicos. Mas e quanto a franquia principal?

Temos duas grandes dúvidas no momento sobre os jogos principais: 1) Quais serão os próximos jogos? e 2) Os próximos jogos já acontecerão no Switch ou o 3ds ainda consegue dar os últimos suspiros na franquia Pokémon? Nesse post discutirei as chances dos próximos jogos serem Remakes de Sinnoh. São diversas evidências que apontam nessa direção e a escolha desse conjunto de evidências foi retirada do vídeo do Lockstin sobre isso, que pode ser visto (em inglês) nesse link. Vamos as evidências!

1) O Filme de aniversário de 20 anos

O filme de Pokémon deste ano “Pokémon Eu escolho você” vai recontar o início da saga de Ash de uma maneira nova (reboot), envolvendo outros personagens principais e admitindo que as 7 gerações já existem naquele momento. É possível perceber no trailer que quase todos os Pokémon que aparecem são naturalmente de Kanto, porém alguns outros chamam a atenção. O “rival” de Ash no filme possui um Incineroar, um Pokémon de Alola, o que é natural pois o filme deve fazer referências a geração atual (além de Marshadow claro). Mas os dois novos companheiros de Ash tem como mascotes Piplup e Lucario, que são ícones do público na quarta geração, Sinnoh. Uma escolha peculiar não?

2) Referências em jogos anteriores

É muito comum que cada jogo tenha referências a outras regiões, mas algumas são peculiares no sentido de darem dicas para o futuro. A mais recente delas é o Strange Souvenir, item encontrado em gen6 mas só oficialmente entendido em Alola, em gen7. Outro exemplo é o mapa de Kalos, que possui o formato de um Kyogre. No início de XY, Torchic, um inicial de Hoenn, foi distribuído com a Blazikenite, e só em OR/AS que Swampert e Sceptile ganharam suas Mega Evoluções, entre outros exemplos. Mas quais são os indícios de um Remake de Sinnoh em Sun/Moon?

Analogamente ao evento do Torchic em XY, em Sun/Moon começamos com o evento do Munchlax, um Pokémon criado em Sinnoh, carregando o Snorlium Z. O Snorlium Z é muito legal, mas ficou basicamente só no trailer, é inviável no competitivo e daí você pensa, mas porque será o Munchlax?

O Pokémon Type: Null e sua evolução Silvally são referências óbvias ao mítico Arceus de Sinnoh. A habilidade de Silvally, RKS System é o análogo da habilidade Multitype de Arceus ( inclusive se lê basicamente “Arceus System”). O objetivo inicial da Aether Foundation era criar um Pokémon que rivalizasse com o poder de um Deus, no caso Arceus, para poder lidar com as Ultra Beasts. Porém, Arceus não entra de forma alguma no plot de Sun/Moon, o que pode indicar que ele seja aproveitado num no possível Remake de Sinnoh. Isso seria análogo a como Deoxys, que antes era apenas mítico, entrou no plot do pós game de OR/AS e se tornou capturável sem ser em um evento pela primeira vez.

No Hawaii, país onde foi baseada a região de Alola, existem dois locais reais que foram reproduzidos em Mele Mele Island, chamados Pearl Harbor e Diamond Head.

E nem é preciso mencionar a presença da Campeã de Sinnoh Cynthia na Battle Tree, a representante escolhida para Gen4 por lá. Seria esse um spoiler do design dela nos remakes? Algo já sendo deixado pronto para o futuro?

3) Pokédex

Uma das maiores reclamações a respeito de Sun/Moon foi sua Pokédex extremamente pequena. É comum nos jogos anteriores que o primeiro par de jogos não tenha todos os Pokémon possíveis, para que os próximos cubram o que falta. Mas a quantidade de Pokémon de Sinnoh faltando em Alola é imensa. Apenas 28 Pokémon de Sinnoh estão presentes em Alola, e na verdade, a maioria deles são pré-evoluções ou evoluções de Pokémon de gerações anteriores. Se removermos esses, sobram apenas 15, dentre eles os ícones que não podem faltar como Riolu, Lucario, Gible, Gabite e Garchomp, que aí já ocupam 5 das 15 posições. Então é esperado que o restante seja encontrado de fato em Sinnoh.

4) Multiversos e referências a espaço/dimensão/tempo

O final de OR/AS já trazia oficialmente o conceito de multiversos ao mundo Pokémon com o diálogo de Zinnia. Em Alola temos as Ultra Beasts, que são Pokémon vindos de outros universos, acessados por portais que conectam eles com o mundo Pokémon usual. Coincidência ou não, esse é o tema principal de Sinnoh, já que seus lendários principais Dialga, Palkia e Giratina são os responsáveis pelo tempo, espaço e distorção de ambos, sendo Arceus o criador dos 3 e de todo o universo Pokémon. Faz total sentido o Remake de Sinnoh fazer uma ligação desses Pokémon com Ultra Beasts. Cyrus, o vilão de Sinnoh, possivelmente deve ter conhecimento das Ultras Beasts, já que ele quer conquistar o universo Pokémon para depois destruí-lo. Inclusive, em Sun/Moon, na área dos laboratórios da Aether Foundation, existem textos falando sobre Palkia, Dialga e Bronzong (Pokémon de Sinnoh) explicando sobre habilidades únicas que eles tem relacionadas a tempo e espaço e criação de portais.

Outra coisa importante, atualmente o Pokémon (natural) mais poderoso de todos é o Mega Rayquaza (em termos de stats). Não é justo que o criador do Universo Pokémon seja mais fraco que ele, então faz todo o sentido que Arceus ganhe uma forma “definitiva”ou “original”, talvez relacionada a algum Z Move especial que ele ganhe futuramente, para voltar a ganhar o posto de Pokémon mais poderoso do Universo.

Enfim, essas são algumas das evidências que deixam bem claro que Remakes de Sinnoh podem estar a caminho. Levando em conta os designs e animações ainda não usadas pela Game Freak que estão nos dados de Sun/moon, acredito que os Remakes ainda aconteçam no 3ds. Outra evidência disso é que a Pokémon Company afirma fortemente que ainda está em processo de entender o conceito do Switch e de como vai aproveitá-lo da melhor forma possível. Um Remake é mais fácil de fazer nesse sentido, já que graficamente seria o mesmo que Sun/moon e “basta” refazer o mapa de Sinnoh e adaptar o roteiro original, então é natural continuar no 3ds. A questão de quando isso irá acontecer (se acontecer) já é outra história. De acordo com esse meu post antigo, onde especulei que esses remakes aconteceriam em 2019, 5 anos depois de OR/AS, começo a acreditar que para continuarem no 3ds, para ele ainda estar um pouco “vivo” como console, esses Remakes deveriam acontecer já ano que vem, em 2018. Vamos ver se temos pistas dos futuro em breve, ficaremos de olho!

2 comentários em “Sinnoh Confirmed?

  • 3 de maio de 2017 em 06:07
    Permalink

    O mapa da França parecer um Kyogre eu acho que não tem a ver kkk Pra mim o mapa de Kalos remete muito ao mapa da França mesmo, e acho que foi somente isso que quiseram passar haha

    Não consigo enxergar essa correlação entre Munchlax e DP, pois o Snorlium Z é pro Snorlax, não acho que seja uma boa referência a jogos futuros.

    Se é pra comparar com o caso do Torchic com a Blazikinite acho que é mais plausível focar no fato de só Greninja ter a Battle Bond, acho que isso pode ser explorado no próximo jogo, mas não da mesma forma que o Greninja do Ash, com mudança de aparência…

    Primeiro focaram nas evoluções (Mega), depois nos ataques (Z-move), parece lógico que a próxima jogada sejam as Abilities (Super Abilities, ficaria muito Dragon Ball?)

    Digo o mesmo pra aparição da Cynthia, ela aparece em BW/BW2 também.

    Quanto ao resto, é bem isso ai mesmo.O plot em volta das UBs e da Aether combina perfeitamente com o plot de DPP, dúvido que a Game Freak deixe passar isso, mesmo que o remake não aconteça agora, muito provável que existam futuras citações aos casos de Alola.

    Uma coisa que eu pessoalmente queria muito, mas que sei o quão dificil é da GF fazer seria um jogo que fechasse todos esses furos que eles tão deixando em aberto de uma vez só

    – Um jogo que fechasse esse plot de Sol, Lua e Terra, focando mais no Zygarde Completo
    – Um jogo com os 3 Iniciais de Kalos com a Battle Bond
    – Um jogo com a Batalha da Fronteira interminada de Hoenn
    – Um jogo que resolvesse o plot de Necrozma
    – Um jogo como remake de DP, que conectasse o plot das UBs ao plot de Giratina e o Distortion World, e a Aether/Lusamine com Galactic/Cyrus
    – Um jogo que mostrasse a jornada de Lillie em Kanto
    – “Kantonian Forms” de Pokémon de Alola

    Tl;dr um jogo com 4 regiões, com uma Batalha da Fronteira, o que pra GF atualmente é remotamente impossível.

    • 3 de maio de 2017 em 16:05
      Permalink

      Quase ia me esquecendo ainda tem também pra resolver a questão da Floette do AZ (que inclusive está nos códigos de SM), a estação de trem de XY, a perda de memória de Looker em ORAS.

Deixe uma resposta